anterior    aleatorio / random   autor / author   inicio / home   siguiente / next

        FUI TE DESPINDO...

Fui despindo você de você mesmo,
de seus "vocês" superpostos que a vida
te cingiu ...
 
Te arranquei a casca —inteira e dura—
que parecia fruta, que tinha
a forma da fruta.
 
E diante do vago assombro de seus olhos
surgiu você com olhos ainda velados
de sombras e assombros...
 
Surgiu você de você mesmo, da mesma
sombra fecunda — intacto e desgarrado
em alma viva...

autógrafo
Dulce María Loynaz de Castillo
Tradução de Alai Garcia Diniz e Luizete Guimarães Barros


subir   poema aleatorio   Versos (1920-1938) (1950)   siguiente / next   anterior / previous
español Versão original